Conheça o método de aprendizagem jigsaw

jigsaw

Hoje você vai conhecer mais uma maneira de promover metodologia de ensino ativa, vamos conversar sobre o conceito de jigsaw. Entenda como essa forma de ensinar promove a inteligência coletiva e aprendizagem colaborativa.

Para começar vale a pena entender como essa metodologia surgiu, pois seu cenário histórico coloca em perspectiva aspectos importantes que ainda hoje precisam ser trabalhados e promovidos nas salas de aula.

O ano era 1971 em Austin no Texas e o professor Elliot Aronson junto aos seus alunos inventaram uma nova estratégia para que o processo de aprendizagem acontecesse de forma mais fluida.

Na época em questão, as escolas da cidade estavam passando por um processo dessegregação, Austin era um lugar onde brancos, pretos e hispânicos eram separados na hora de aprender, esse movimento em que todos estavam na mesma sala de aula, acabou deixando a situação delicada e método jigsaw tentou apaziguar a situação.

A forma de aprendizagem jigsaw remete aos jogos de quebra-cabeça, e por isso recebe este nome. O conceito tem se mostrado bastante efetivo para promoção da aprendizagem colaborativa em grupos. Mas apesar de ser divido em grupos, o método vai além de um simples trabalho em grupo, que comumente acontece nas salas de aulas e conta com peculiaridades que ajudam no desenvolvimento de conhecimento de forma diferente.

Nessa metodologia de ensino o aprendizado cooperativo acontece por meio da divisão de grupos que vão trabalhar um ajudando o outro conforme vão se reorganizando em diferentes momentos da atividade. Com o reagrupamento é então partilhado o que foi aprendido e assim, acontece a construção do conhecimento.

A atividade pode acontecer inteiramente na sala de aula ou previamente a ela, tudo vai depender da dinâmica do professor e do tempo disponível.

Colocando em prática o método jigsaw em 10 passos

Entenda como começar uma atividade usando essa metodologia ativa de ensino e o que fazer em cada passo. Você vai ver como é simples implementar essa ideia na sala de aula.

  1. Divida os alunos em grupos, de 5 a 6 pessoas. Esses grupos devem ser diversos em todos aspectos: habilidades, etnias e gênero.

  2. Nomeie um aluno de cada grupo como o líder, preferencialmente e inicialmente o mais maduro ou que demonstre mais essa habilidade.

  3. Faça a divisão da tarefa em 5, 6 segmentos, por exemplo, se um personagem importante da história será estudado, uma parte pode ser sua infância, outra a consolidação da sua carreira, a terceira um fato que agregou para a sociedade, e assim vá definindo em partes sobre o mesmo conteúdo a ser trabalhado.

  4. Após a divisão em partes, designe cada aluno para aprender uma delas. E este deve ter acesso apenas a parte a que foi designada.

  5. Não é preciso memorizar, decorar, mas cada aluno deve ter um tempo suficiente para ler sobre sua parte e se familiarizar com ela.

  6. No passo seis você deve formar “grupo de especialistas” temporários, desta forma cada aluno do grupo do quebra-cabeças, se junte a outro aluno atribuído a mesma parte que foi designada durante a divisão. É importante que o grupo tenha tempo para debater o assunto e preparar sua apresentação para seu grupo de origem.

  7. Momento de trazer de volta os alunos aos seus grupos de origem.

  8. Hora de pedir para cada aluno apresentar sua parte estudada e debatida ao grupo, é o momento de incentivar também que sejam feitas perguntas para esclarecimento total da questão trabalhada.

  9. Na etapa nove é a vez do professor circular entre os grupos e observar o processo de aprendizagem acontecendo. Se algum deles estiver tendo problemas, faça uma intervenção sutil para que o líder conduza melhor este momento.

  10. Para finalizar a sessão de aprendizado você pode fazer um questionário sobre o conteúdo trabalhado, por exemplo, ou o que achar mais pertinente, mas sempre finalize no coletivo. Os alunos vão perceber como podem ser divertidos esses momentos de aprender e entender que realmente são impactados com essa forma de ensinar.

Aparentemente simples o método jigsaw além do dinamismo na hora de aprender, traz inúmeros outros benefícios, como a redução de conflitos, melhor desempenho dos alunos, maior gosto por ir à escola, e o entendimento de que cada aluno é importante, cada parte é essencial para a conclusão, e que o aprendizado só chega a conclusão total com a contribuição de cada um.

Além disso, este conceito trabalha também a autonomia dos alunos, uma vez que cada uma das partes precisa pesquisar e entender o que foi passado para ensinar o colega. O jigsaw trabalha muito a comunicação e as relações interpessoais.

Você já conhecia ou já usou o método jigsaw? Compartilhe sua experiência nos comentários. Conheça também a aprendizagem baseada em projetos.

Um comentário em “Conheça o método de aprendizagem jigsaw”

Deixe seu comentário