Criatividade: tudo que você precisa saber sobre essa habilidade essencial

Criatividade

No dicionário a criatividade é definida por: qualidade ou característica de quem ou do que é criativo, inventividade, inteligência e talento, natos ou adquiridos, para criar, inventar, inovar e é sobre essa capacidade que nós temos que nos fez evoluir tanto. Vem comigo saber mais sobre o que é criatividade e como ela pode ser um fator de diferenciação.

Todo mundo pode ser criativo?

A nossa conversa vai começar respondendo essa pergunta, e se você que está lendo esse texto agora e não se considera uma pessoa criativa, saiba que sim qualquer pessoa pode. A criatividade pode sim ser desenvolvida com estímulos certos.

E ao contrário do que muitas pessoas acham, ser criativo não é necessariamente um processo caótico, ele pode ser bastante racional. Para ser criativo você não pode ter medo de errar, e muito menos de colocar as suas ideias em pauta. Por isso, comumente associamos a criatividade como característica latente em crianças, pois elas não têm medo da crítica e não se importam com o fracasso.

Mas além de ter ideias inovadoras, novas formas de ver o mundo e a capacidade de enxergar novos padrões e soluções só vão valer como potencial agregador quando você consegue colocar tudo isso em prática. Se não, você só será uma pessoa com muita imaginação. Então para ser criativo, você precisa saber como desenvolver e como usar a criatividade ao seu favor. Tirar seus pensamentos do campo das ideias e colocá-los em prática.

Como desenvolver a criatividade?

Segundo os autores do livro O DNA do inovador: dominando as 5 habilidades dos inovadores de ruptura Jeff Dyer, Clayton M. Christense e Hai Gregersen, 25% a 40% da criatividade é relacionada a nossa genética, o restante vem do trabalho que fazemos ao desenvolver habilidades. Ainda de acordo com os autores, seriam 5 habilidades fundamentais que diferenciam os profissionais que são criativos, dos que não. Vamos a elas.

  1. Capacidade de associação – O momento que nosso cérebro processa informações, essas informações têm uma sequência lógica e de coerência. Ao relacionar e descobrir conexões entre coisas e fatos que parecem ser isolados você está exercendo sua criatividade. Essa é uma diferença entre uma pessoa criativa e outra não. Faça o exercício de conectar coisas que aparentemente pareçam desconexas para encontrar novas soluções.
  2. Questionamento – Sabe aquele momento que você se questiona e se eu fizesse tal coisa de maneira diferente? Ou você coloca para um grupo, poderíamos mudar determinado jeito de fazer? O criativo sempre se questiona sobre o que está sendo colocado. Busca elucidar todas as suas dúvidas e não simplesmente aceitar o que está sendo falado. Porque nem sempre a fórmula mais fácil é o melhor caminho. Ao ter essa atitude além de desenvolver a criatividade, você muitas vezes consegue colocar em prática as ideias inovadoras.
  3. Observação – A pessoa criativa é aquela que está atenta aos detalhes. Consegue ver no mesmo cenário algo diferente. Como se caminhasse todo dia no mesmo lugar, mas ao invés de só focar na caminhada, olha também ao redor. Esse olhar diferenciado, propicia ao criativo ter insights, que muitas vezes servem de estímulo para implementar novas ideias. Por isso uma ótima maneira de desenvolver sua criatividade é exercitar a observação sobre as coisas.
  4. Networking – Ao se relacionar com o outro você expande sua rede de ideias. Consegue por meio das relações agregar diferentes bagagens, perspectivas. Então se a capacidade de observar pode trazer este novo olhar, se relacionar com mentes diferentes também agrega a criatividade. Converse com pessoas que tenham pensamentos e ideias diferentes das suas. Saia do comodismo e veja que novas oportunidades se abrirão.
  5. Experimentação – Já foi falado acima que para ser criativo, não basta só ideias inovadoras, mas sim colocá-las em a prática. A experimentação consiste nisso também, testar ideias. Saia da sua zona de conforto, explore o mundo de diferentes formas. Esteja aberto, deixe suas convicções de lado. Vá a novos lugares, pesquise coisas novas, aprenda algo todo dia, isso irá exercitar e muito a sua criatividade.

Por que a criatividade é tão valorizada pelas empresas?

Ter uma pessoa criativa na equipe impacta positivamente qualquer empresa. Essa competência é bem-vista não só pelos gestores, mas também para os colaboradores que trabalham com você pois oferece muitos benefícios.

A criatividade permite que a pessoa tenha um novo olhar, uma solução para problemas rotineiros, em momentos de crise isso é essencial, por exemplo. O profissional criativo traz para o ambiente de trabalho a constante vontade de mudar, melhorar, consequentemente, ações com esse intuito impactam positivamente na produtividade.

Além disso, a criatividade faz com que o cenário seja de inovação latente, ter pessoas criativas no processo trazem novas ideias, olhares e soluções, tudo isso para os negócios é extremamente positivo.

Espero que você tenha entendido que a importância de desenvolver a criatividade, e como ela pode ser aliada em diferentes âmbitos da sua vida, ajudando-o a conquistar melhores resultados profissionais e pessoais.

Você se considera uma pessoa criativa? O que você faz para desenvolver essa habilidade? Aproveitando, como anda sua inteligência emocional?

Um comentário em “Criatividade: tudo que você precisa saber sobre essa habilidade essencial”

Deixe seu comentário