Jogos Digitais: ‘Este é um grande mercado de trabalho que está se abrindo aos profissionais’

Jogos Digitais / PUC-SP / Dolemes

Matéria publicada no Estadão, no dia 24 de junho de 2012.

“O curso de tecnologia em jogos digitais tem duração de três anos e foi reconhecido pelo Ministério da Educação com nota máxima”, afirma o coordenador do departamento de computação da Pontifícia Universidade Católica (PUC – SP), David de Oliveira Lemes. “As áreas e competências relativas ao curso, o colocam dentro do campo do saber do Design”, explica.

De acordo com ele, a formação é ideal para quem gosta de programação e arte, em função do uso de desenho e modelagem 3D, roteiro e projetos de jogos digitais. “Os alunos recebem sólida formação humanista e tecnológica, ficando aptos a desenvolver e produzir jogos eletrônicos”, diz o professor.

Segundo Lemes, o mercado de trabalho está aquecido em função do grande número de empresas que estão surgindo e que têm como foco principal o desenvolvimento de jogos para dispositivos móveis. “Este é um grande mercado que está se abrindo para os profissionais.”

Depois de formados, os tecnólogos são absorvidos por produtoras de games, empresas que desenvolvem aplicativos para celular, agências de publicidade, editoras, produtoras de animação e filmes, empresas que produzem aplicativos de ensino a distância (EAD) e produtoras de websites.

O crescimento do mercado de games no Brasil


Entrevista concedida a Davi Rampazzo do jornal O Estado RJ sobre o mercado de games. Leia a matéria completa aqui.

Davi Rampazzo: Existe um mercado variado para desenvolvedores de jogo no Brasil ou ainda estamos engatinhando nessa área?

David de Oliveira Lemes: O mercado vem crescendo gradativamente no Brasil. Se antes o mercado de trabalho se restringia a desenvolvimento de games para internet e para publicidade, com a explosão de vendas dos smartphones, hoje temos uma grande quantidade de empresas que estão desenvolvendo para as plataformas mobile, sobretudo para iOS, da Apple e Android, do Google.

Davi Rampazzo: Você acredita em crescimento de curto a médio prazo nesse mercado dentro do nosso país?

David de Oliveira Lemes: Sim, o momento econômico está propício para isto. Hoje já existem muitas empresas desenvolvedoras de games no país e isso tende a crescer, sobretudo em função do crescimento dos cursos de graduação em Jogos Digitais.

Davi Rampazzo: Como você se envolveu com o blog GameReporter ?

David de Oliveira Lemes: Criei o blog em 2005, quando era editor do AOL Games. A AOL iria fechar no Brasil e eu queria continuar o trabalho que vinha fazendo. Em função disso, criei o blog.

Davi Rampazzo: Durante sua formação acadêmica existia algum curso ou projeto especial que se tratava exclusivamente de jogo ou você que teve tomar iniciativa?

David de Oliveira Lemes: Como estudei Mídias Digitais, foi fácil incluir games na pauta, mas tive que tomar a iniciativa. Hoje games já faz parte do currículo do curso de Bacharelado em Mídias Digitais da PUC-SP.

Davi Rampazzo: Os cursos oferecidos atualmente realmente preparam um profissional desse segmento ou existe uma certa carência de conteúdo dentro das instituições?

David de Oliveira Lemes: Os cursos sérios formam bem os profissionais para atuarem no mercado. Contudo existem muitos cursos oportunistas que aproveitam o aquecimento do mercado para lançarem cursos caça-níqueis.